quarta-feira, 6 de julho de 2016

Eid Mubarak!! =)



Este ano tudo foi corrido para mim, mas...

Eid Mubarak a todos os meus irmãos e irmãs no Islam! Que Allah, Subhana Wa Ta'La, nos abençoe e ilumine a casa de todos com dádivas, e nos permita sermos mais solidários com todos os nossos irmãos que estão passando por dificuldades no mundo, e promotores da paz para todos!

Eid Mubarak to all my brothers and sisters in Islam! Allah, Subhana Wa Ta'La, bless and enlighten the house of all of you with gifts, and allow us to be more in solidarity with all our brothers who are experiencing difficulties in the world, and promoters of peace for all!

domingo, 5 de junho de 2016

RAMADAN 2016


Ramadan Mubarak a todos os meus irmãos e irmãs no Islam!
Que Allah aceite o nosso jejum, e as nossas orações.

Ramadan Mubarak to all my brothers and sisters in Islam!

May Allah accept our fasting and prayers.

sábado, 9 de abril de 2016

The World Needs Peace - O Mundo Precisa de Paz


A humanidade precisa aprender a exercer a paz universal, e o amor incondicional. E se você segue a luz da Bondade no Universo, não importa qual a sua fé, a sua crença, a sua filosofia, é preciso aprender que esta luz segue por este caminho, a paz universal, e o amor incondicional.

Se você procura seguir o caminho que leva à Divindade, independente de sua fé, então esta necessidade de aprender a exercer de fato o amor incondicional, e a paz universal, é mais urgente.

Não há estrada do bem que não passe por estes dois pontos importantes. E isto é muito maior do que qualquer filosofia, religião, ou crença (incluindo aqui a crença na não existência do elemento divino).

Falando um pouquinho sobre quem segue a Deus, mas mesmo assim sem falar em religião nenhuma, é muito triste observar pessoas que alegam estar seguindo a Deus, e para isto praticam o ódio, a agressão, o preconceito, a violência... Por favor, deixe de ser hipócrita! E abra os olhos! Não é esta a mensagem de Deus! 

Não é este o caminho da paz, não é este o caminho da vida.

Todas as mensagens de todas as escrituras inspiradas, de todos os livros sagrados, de todas as pessoas elevadas em luz, são centradas no AMOR INCONDICIONAL, e na PAZ UNIVERSAL.

A Humanidade precisa parar de falar que é evoluída, e de fato evoluir.

O mundo precisa de PAZ.


Humanity must learn to exercise universal peace, and unconditional love. And if you follow the light of Goodness in the Universe, no matter what your faith, your beliefs, your philosophy, you have to learn that light follows this way, universal peace, and unconditional love.

If you are looking to follow the path that leads to Divinity, regardless of their faith, then this need to learn the fact of exercising unconditional love and universal peace is more urgent.

There is no road of the Goodness that don't cross through these two important points. And this is much higher than any philosophy, religion, or belief (including here the belief in the nonexistence of the divine element).

Talking a little bit about who follows God, but still not to mention any religion, is sad to observe people who claim to be following God, and then practice hatred, aggression, prejudice, violence ... Please let being a hypocrite! And open your eyes! This is not the message of God!

This is not the way of peace, this is not the way of life.

All messages contained in the inspired scriptures, holy books, and the words spoken by all people in high light, are centered in UNCONDITIONAL LOVE, and UNIVERSAL PEACE.

Humanity needs to stop talking that is evolved, and indeed evolve.

The world needs peace.


Salam ...

Gisele Marie Rocha

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Feliz Ano Novo Islâmico!! - Happy New Islamic Year!! =)


Feliz Novo Ano Islâmico para todos os meus irmãos e irmãs no Islam!!

Que Allah nos abençoe e faça deste ano um ano bom para todos nós. =)


Happy New Islamic Year to all my brothers and sisters in Islam !!

May Allah bless us and make this year a good year for all of us. =)



segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Sobre a minha ausência... mas eu sempre estarei por aqui...


Salam a todos, eu sempre fico feliz por saber que muitas pessoas acessam o Filha da Alvorada, e muitas vezes há pessoas que me procuram e dizem que conheceram o Islam através deste meu blog.

Eu acabei de publicar um post no qual eu falo sobre o que o Islam determina à respeito do trato com os animais, e agora estou escrevendo aqui em primeiro lugar para pedir desculpas aos queridos leitores deste blog por minha ausência, e em segundo lugar para afirmar que não, eu não abandonei este blog, e ele continua vivo e continuará assim até quando Allah assim o determinar, mas principalmente para prometer a vocês que eu nunca abandonarei este blog porque ele é fruto de muita dedicação de minha parte, feito com muito carinho, e eu acredito que eu consigo aqui falar de uma maneira simples principalmente para quem não é muçulmano... Eu acho que este é o principal foco deste blog, falar do Islam, de uma maneira mais sensitiva do que técnica, para quem não é muçulmano.

Sim sim muitas vezes eu publico aqui textos que falam também para os meus irmãos e irmãs do Islam, em especial quando eu insisto no ponto em que é obrigação de todo muçulmano e toda muçulmana buscar de verdade o conhecimento, do berço, ao túmulo, em especial nestes tempos em que vivemos, quando a falta de conhecimento, e o abandono do conhecimento, dão margem ao ressurgimento da truculência e da brutalidade na história da humanidade, e dentro da comunidade islâmica também, afinal o mundo é um só para todos.

Mas eu ainda acho que o meu principal foco sempre foi falar para o não muçulmano, sobre o que é o Islam DE VERDADE, livre de estereótipos midiáticos e contaminações muitas vezes surgidas dentro da própria comunidade islâmica, assim como também surgidas devido a interesses obscuros dentro e fora da comunidade islâmica que se alimentam da mistura artificial de conflitos geopolíticos com a Religião de Allah em si.

Bem, mas eu estive ausente, é verdade. Estive ausente este ano porque de fato tenho me dedicado muito à minha área profissional, e eu acho que este é o momento em que eu vivencio isto em minha vida pessoal, provavelmente o ano que vem será mais dedicado ainda a isto, e eu prometo que eu farei de tudo para manter uma certa regularidade aqui no blog, mas se eu sumir durante algum tempo, não reparem, a vida é assim, há momentos e momentos, um diferente do outro, mas sempre seguimos em frente, tá bom?

Que a paz esteja com todos vocês.

Salam =)

O que o Islam diz sobre como os muçulmanos devem tratar os animais?


No Islam, maltratar um animal é considerado pecado. O Alcorão e a orientação do Profeta Muhammad (saws), como registrado no hadith, dá muitos exemplos e diretrizes sobre como os muçulmanos devem tratar os animais.


Comunidades animais


O Alcorão descreve que os animais formam comunidades, tal como os humanos: "Não existem seres alguns que andem sobre a terra, nem aves que voem, que não constituem comunidades semelhantes à vossa. Nada omitimos no Livro; então, serão congregados ante o teu Senhor." (Alcorão 06:38)

O Alcorão descreve ainda os animais e todas as coisas vivas, como muçulmanos - no sentido em que eles vivem da maneira que Allah as criou para viver, e obedecem as leis de Allah no mundo natural. Embora os animais não tenham livre arbítrio, eles seguem suas naturezas, que são os instintos concedidos por Allah - e, nesse sentido, "submeter-se à vontade de Allah", é o Islam. "Não reparas, acaso, em que tudo quanto há nos céus e na terra glorifica a Allah, inclusive os pássaros, ao estenderem as suas asas? Cada um está ciente do seu (modo de) orar e louvar. E Allah é Sabedor de tudo quanto faz (cada um)." (Alcorão 24:41)

Estes versículos nos lembram que os animais são seres vivos com sentimentos e conexões com o maior mundo espiritual e físico. Devemos considerar a vida deles como algo valioso e acalentado. "Aplainou a terra para as (Suas) criaturas." (Alcorão 55:10).


Bondade para com os animais


No Islam, tratar um animal com crueldade é proibido, assim como é proibido matá-lo, exceto conforme o necessário para a alimentação. O Profeta Muhammad (saws) frequentemente admoestava seus companheiros quando estes maltratavam animais, e falava com eles sobre a necessidade de misericórdia e bondade. Existem vários exemplos de hadith que instruem os muçulmanos sobre como tratar os animais.

Recompensa por misericórdia: Ela está relacionada a partir de Abu Umama que o Mensageiro de Allah, que Allah o abençoe e lhe dê paz, disse: "Quem é misericordioso mesmo para um pardal, Allah terá misericórdia dele no Dia do Juízo.".

Os animais são como os humanos: "Uma boa ação feita a um animal é como um benefício feito a um ser humano, enquanto um ato de crueldade a um animal é tão ruim quanto a crueldade com um ser humano."

Os animais não podem falar por si mesmos: Está relacionado a partir de Sahl ibn Al-Handhaliyya que o Mensageiro de Allah, que Allah o abençoe e lhe dê paz, uma vez passou por um camelo que estava tão emagrecido que as suas costelas quase eram visíveis até o seu estômago. Ele então disse: "Teme a Allah nestes animais que não podem falar.". (Abu Dawud)

Crueldade mental também é proibida: Está relacionado a partir de Abdulrahman bin Abdullah que um grupo de companheiros foram uma vez em uma viagem com o Profeta, que Allah o abençoe e lhe dê paz, e ele deixou-os por um tempo. Durante sua ausência, eles viram um pássaro com seus dois filhotes, e eles levaram os filhotes do ninho. A mãe estava circulando acima no ar, batendo suas asas na tristeza, quando o Profeta voltou. Ele disse: "Quem feriu os sentimentos desta ave, tomando dela os seus filhotes? Devolvam os filhotes a ela.". (Muslim)

O perdão dos pecados: Está relacionado a partir de Abu Huraira, do Profeta, que Allah o abençoe e lhe dê paz, que uma prostituta, uma vez viu um cachorro em um dia muito quente dando voltas e voltas de um poço, pendendo a língua por causa de sua sede. Ela ofereceu um pouco de água para ele usando seu sapato, e por causa desta ação todos os seus pecados foram perdoados. (Muslim)

Maltratar um animal é pecado: Está relacionado a partir de Jabir que o Mensageiro de Allah, uma vez viu um jumento que tinha sido marcado em seu rosto e ele disse: "Que Allah amaldiçoe aquele que o marcou." (Muslim)

Dê descanso aos animais de carga: Está relacionado a partir de Abu Huraira que o Profeta, que Allah o abençoe e lhe dê paz, disse: "Não use as costas de seus animais como cadeiras. Allah tornou-os sujeitos a você, para que através deles você possa chegar a lugares que não seria capazes de chegar a não ser com grande fadiga." (Abu Dawud)


Animais


Um muçulmano que opta por manter um animal de estimação assume a responsabilidade do cuidado e bem estar deste animal. Estes devem ser fornecidos através da alimentação adequada, água e abrigo. O Profeta Muhammad (saws) descreveu a punição de uma pessoa que se esqueceu de cuidar de um animal de estimação:

Está relacionado a partir de Abdullah ibn Umar que o Mensageiro de Allah, que Allah o abençoe e lhe dê paz, disse: "Uma mulher que já foi punida após a morte por causa de um gato que ela havia mantido confinado até que ele morreu, e por isso ela entrou no fogo. Ela não tinha dado a ele comida ou bebida enquanto o confinou, e nem havia deixado ele livre para comer as criaturas da terra." (Muslim)


Caça / Desporto


No Islam, a caça esportiva é proibida. Os muçulmanos só podem caçar o que é necessário para satisfazer as suas necessidades de alimento. Isso era comum durante a época do Profeta Muhammad, e ele condenou-o em todas as oportunidades:

·         É narrado por Ibn Umar que o Profeta, que Allah o abençoe e lhe dê paz, amaldiçoou aqueles que usaram qualquer coisa viva como alvo. (Muslim)

·         Está relacionado a partir de Ibn Abbas que o Mensageiro de Allah, que Allah o abençoe e lhe dê paz, proibiu incitar os animais a lutar entre si. (Abu Dawud e Tirmidhi)

·         Está relacionado a partir de Abu Al-Darda que o Mensageiro de Allah, que Allah o abençoe e lhe dê paz, proibiu comer animais mujaththama, ou seja, animais que foram amarrados e mortos com flechas. (Tirmidhi)


Abate para Alimentação

As regras alimentares islâmicas permitem que os muçulmanos comam carne. Certos animais não podem ser usados como alimento, e quanto ao abate, várias orientações devem ser seguidas para minimizar o sofrimento do animal. Os muçulmanos devem reconhecer que, quando há o abate, eles estão consumindo uma vida apenas com a permissão de Allah, a fim de suprir a necessidade de alimento.


Desorientação Cultural

Como vimos, todos os animais devem ser tratados com respeito e bondade. Infelizmente, em algumas comunidades muçulmanas essas orientações não foram seguidas. Algumas pessoas acreditam erroneamente que as necessidades humanas têm prioridade, e que os direitos dos animais não são um problema importante. Outros acham desculpas para maltratar certos animais, como cães. Essas ações são contrárias aos ensinamentos islâmicos, e a melhor maneira de combater essa ignorância é através da educação e do bom exemplo. Os indivíduos e os governos têm um papel importante a desempenhar na educação do público sobre o cuidado dos animais e criação de instituições para apoiar o bem-estar animal.


"Quem é bondoso para com as criaturas de Allah, é bondoso consigo mesmo." - Profeta Muhammad (saws)

sábado, 16 de agosto de 2014

Carta do Imam Sulaiman ibn Suhaim az-Zubairi sobre Muhammad ibn 'Abdul Wahhab



O ÓDIO, A TRUCULÊNCIA, A IGNORÂNCIA, O ORGULHO EXACERBADO, O VENENO DA LÍNGUA E A PROMOÇÃO DA DESAVENÇA NUNCA SERÃO O CAMINHO DE ALLAH, ANTES DE MAIS NADA SÃO O CAMINHO CERTO PARA O DESVIO, PARA O MAL, E CERTAMENTE O MODO MAIS FÁCIL DE SE DISTANCIAR DA VIDA, DO BEM, DE ALLAH.

VAMOS ESTUDAR SEMPRE E CONSTRUIR O VERDADEIRO CONHECIMENTO, ESTA É A MELHOR DEFESA CONTRA O ENGANO E A INSANIDADE PROMOVIDA POR PESSOAS E GRUPOS MAL INTENCIONADOS.

Pela primeira vez em Inglês, o leitor tem uma explicação histórica e teológica profunda sobre a Salafiyyah. O autor, Imam Sulaiman Ibn ‘Abdul Wahhab, o irmão e, por fim, vítima do movimento, foi o primeiro a escrever sobre isto. Qualquer um que procura respostas - muçulmanos ou não - precisa entender que esta tribulação não começou agora, mas na mente de um falso profeta a mais de 200 anos atrás.


Retirado de:

O Relâmpago Divino pg 32-37
Por Imam Sulaiman Ibn 'Abdul Wahhab (Irmão de Muhammad Ibn ‘Abdul Wahhab)
Traduzido por Al-Hajj Abu Jafar al-Hanbali

Carta do Imam Sulaiman ibn Suhaim az-Zubairi sobre Muhammad ibn 'Abdul Wahab

Imam Sulaiman ibn Suhaim az-Zubairi رحمة اللہ علیه, quando recebeu uma carta de Muhammad ibn 'Abdul Wahhab, ele respondeu e também enviou uma cópia para os juízes em torno de sua área:

Em nome de Allah, o Misericordioso, o Compassivo

Esta é do escravo necessitado de Allah, o Altíssimo. Meu nome é Sulaiman ibn Muhammad ibn Suhaim e eu vos enviei esta a todos os que ela vai atingir dentre os estudiosos dos muçulmanos, os servos da Lei Revelada do Mestre dos Filhos de Adão, o primeiro deles e o último deles.

A paz, a misericórdia e as bênçãos de Allah estejam com você. Quanto ao que vem a seguir:

Certamente tem merecido a sua atenção o fato de que tem aparecido em nossa terra um homem que é um inovador, ignorante, desviado e que está levando outros a se desviarem. Isso está causando o rompimento do conhecimento e o corte da piedade nos corações do povo. Isto levou a muitos fatos horríveis e batalhas cheias de ódio entre as pessoas. Algumas das coisas que aconteceram causaram ódio, inimizade e são difíceis de suportar para os ouvidos. Isso não chegou a nossa terra antes, então nós desejamos mandar um recado para os estudiosos dos muçulmanos, os herdeiros do Mestre dos Mensageiros, a fim de que eles possam barrar este inovador.

A intenção desta carta é levantar-se para Allah e Seu Mensageiro, para ajudar a religião com sinceridade. Que Allah nos faça, a nós e a vocês, entre aqueles que ajudam uns aos outros em justiça e piedade. Algumas das inovações e coisas extraviadas que este inovador trouxe são as seguintes:

Ele foi até os mártires dos Companheiros do Mensageiro de Allah ﷺ, que estão enterrados em al-Jubailah, entre estes, por exemplo, Zaid ibn al-Khattab e seus companheiros, e destruiu suas sepulturas e espaços porque eles estão em câmaras e eles são incapazes de exumá-los. Eles, então, decidiram demolir seus túmulos até que estejam no nível de um palmo, a fim de afastar os animais. Estas pessoas enterradas eram ninguém menos que Khalid e os Companheiros do Mensageiro de Allah ﷺ.

O inovador também se dirigiu para a mesquita naquela área e a destruiu. Não há nenhuma prova de que isto deve ser feito na Lei Revelada, mas isso é seguir os desejos vãos.

Ele queimou o texto “O Guia Maravilhoso” (Dala'il ul-Khairat pelo Imam Muhammad al-Jazuli, a grande estudioso Maliki), devido à declaração do autor, nosso mestre, nosso líder. Ele também queimou o texto "Duas Brisas Adoráveis” (Rawd ur-Riyahin fi Hakayat is-Salihin pelo Imam ‘Afif ud-Din 'Abdullah ibn As'ad ibn ‘Ali ibn Sulaiman al-Yafi'ii ash-Shafi'ii) e chamou-lhe, a "Brisa dos Demônios".

Então ele disse: "Se eu tivesse sido capaz de chegar à Sepultura do Mensageiro, eu iria destruí-la e se eu pudesse chegar à Casa Nobre Eu teria feito isso e levado as jóias dela e a teria reduzido à lenha.” Esta pessoa não ouviu a declaração do Excelso: "Essa é a Nossa determinação, e quem magnífica os ritos de Allah, por certo, isto é prova da piedade dos corações." (Surata 22, versículo 32)?

Foi registrado que, em determinado momento, ele disse: "As pessoas nos últimos 600 anos não foram em cima de qualquer coisa." Um livro também foi enviado para mim, que li em um artigo, "Você deve afirmar que antes de mim você era ignorante e extraviado.".

Qualquer um que não concordar com ele em tudo o que ele diz ou não testemunhar em favor dele, é julgado por ele como alguém que cometeu kufr maior. Quem concorda com ele e testemunha a favor do que ele diz, recebe dele a seguinte declaração: "Você é um Muwahhid.". Isto acontece mesmo nos casos em que a pessoa é totalmente um pecador rebelde ou um reprovável. Então, na realidade, quando alguém vê isso, percebe que ele está chamando para o Tawhid de si mesmo e não ao Tawhid de Allah.

Ele, então, enviou um livro para a nossa terra que foi trazido por alguns de seus missionários que levam o seu manuscrito. Uma vez aberto, você pode ver que, neste livro, ele jurou por Allah que o conhecimento que ele possui não está presente em seus professores que afirmam ter conhecimento. Esta é a sua reivindicação. Se este for o caso, então ele não tem professores, e nem seu pai, nem o povo da terra de al-'Arid estavam cientes disso. Eles ficaram surpresos ao saber que, quando ele não estava aprendendo com os professores, ele estava fazendo seus próprios pontos. Nem o pai nem o seu povo foram informados sobre este assunto. Então, de onde vem o conhecimento deste homem? Quem deu a ele esta informação? Foi dada a ele como revelação? Ele viu isto em um sonho? Ou será que Shaitan ensinou a ele? O juramento que fez, alegando que ele estava dizendo a verdade, é mais caro a ele do que a todas as pessoas de al-'Arid.

Depois disso, ele fez mais e chamou Ibn Al-Farid e Ibn al-'Arabi de incrédulos. Ele disse que os parentes do Mensageiro entre nós eram incrédulos porque eles fazem juramentos e quem não testemunhar a kufr deles também era dos descrentes.

Foi estabelecido fortemente por ele que, quando lhe foi dito que a diferença de opinião dos estudiosos é a misericórdia, ele comentou: "A diferença de opinião é um julgamento." Além disso, ele começou a destruir e saquear as doações de caridade e negar o que foi narrado a partir do Mensageiro de Deus ﷺ, e seus companheiros, que eles costumavam dar doações de caridade.

O mesmo inovador removeu o salário para os guias do hajj, a súplica feita para o sultão na khutbah e deu a sua razão como, "O sultão é um pecador rebelde e não é permitido fazer súplica para ele ou elogiá-lo."

Fomos então informados de que o envio de paz e bênçãos sobre o Mensageiro de Deus ﷺ na sexta-feira à noite é uma inovação e desvio que levará a pessoa que faz isso para o fogo.

A alegação foi então de que o salário que os juízes tomam, passado e presente, quando julgam entre reclamantes e há nenhum tesouro para eles ou para manutenção, então isto é suborno. Esta afirmação contradiz completamente o que foi textualmente transmitido a parrtir de todos os imãs, ou seja, que a corrupção é aquilo que é feito para anular a verdade ou tornar a falsidade uma verdade. É também suborno quando o juiz diz a os dois reclamantes, "Eu não vou julgar entre vós, senão por um salário." Este é realmente o suborno, não o que os juízes estão fazendo agora ou anteriormente, em eras passadas.

Estudiosos, que Allah tenha misericórdia de vós, por favor, esclareçam os leigos em relação a essas questões, e protejam esses crentes pobres que estão sendo enganados, tendo o seu verdadeiro credo corrompido. Se vocês julgam isso como o melhor proceder, por favor, esclareçam e seguiremos as suas declarações; mas se vocês veem isso como um erro, leve-nos para longe dele, empurre-nos para longe dele e deixem claro para as pessoas o erro nesta questão. Muitas pessoas nesta terra já foram testadas com grande julgamento por essa pessoa. Que Deus tenha misericórdia de vocês, esperamos que o assunto seja explicado antes que falsos pensamentos surjam na alma do povo. A resposta deve vir de vocês e ela deve ser encontrada por quem a mantém. Aqueles que mantêm são aqueles que têm conhecimento e profundo conhecimento da sentença proferida por Allah e Seu Mensageiro, como é assim que a verdade se manifesta quando é ameaçada e da mesma forma que a falsidade é repelida.

Nota: O Imam 'Abdullah ibn Suhaim رحمة اللہ علیه, também ponderou sobre isto quando recebeu dois dos missionários muwahhidun, Hasan ibn 'Aidan e um guarda armado, e no decorrer da conversa ele percebeu que eles dois tinha comparado Allah com sua criação. Além disto, as pessoas comuns o rejeitaram e mandaram-no embora. Isto forçou Muhammad ibn 'Abdul Wahhab a recuar em sua teologia; mas percebendo que o Imam não cedeu, Ibn 'Abdul Wahhab recorreu a chamá-lo de incrédulo.

Retirado de:
O Relâmpago Divino pg 32-37
Por Imam Sulaiman Ibn 'Abdul Wahhab (Irmão de Muhammad Ibn' Abdul Wahhab)
Traduzido por Al-Hajj Abu Já’far al-Hanbali

https://www.facebook.com/pages/Islam-Tradicional/898410773505844