quarta-feira, 23 de maio de 2012

Rasgando o Verbo Mais Uma Vez...




Sim sim este post e o anterior estão sendo muito pessoais mas, além de serem úteis, acho que podem conter algumas lições interessantes, embora eu nada saiba e não seja uma professora, mas apenas uma mulher que é sempre uma aprendiz e que gosta de dividir o que vai aprendendo na vida...

E além disso, me desculpem mas eu sou assim, eu só sei ser eu, e é como eu consigo existir: sendo eu mesma e nada mais.

Então, lá vai, uma reprodução de uma nota que eu publiquei em meu perfil no Facebook:






Assalam Waleikum wa Rahmatullah wa Barakatuh,

Que a paz, as bençãos e a misericórdia de Allah, Subhana wa Taala, estejam com todos os meus amigos e com todos os meus irmãos e irmãs no Islam.

Vamos escrever porque escrevendo eu me comunico com o mundo da melhor forma que sei fazer, que é criar, escrever, e tentar em vão descrever o que estou sentindo porque ainda não inventaram palavras suficientes para nomear todos os sentimentos que habitam um coração...

Hoje eu venho aqui sentindo uma necessidade grande dentro de mim de escrever sobre algo que eu preciso falar para todos mas em especial para as minhas queridas irmãs e meus irmãos no Islam.

Eu sou apenas uma menina, uma pequena bebê sobretudo no Islam porque apesar de estar já fazendo dois anos de Shahada, SÃO APENAS DOIS ANOS, e eu nada sei ainda, estou apenas aprendendo, sou sempre uma aprendiz.

Somos todos nós eternos aprendizes e estamos sempre aprendendo. Todos nós, sem exceção, mesmo aqueles que se auto-denominam sábios são aprendizes, mesmo que se fechem para o conhecimento estão sempre aprendendo, e bem sabemos que Allah nos diz que é dever de todo muçulmano e de toda muçulmana, buscar o conhecimento do berço ao túmulo, e esta frase diz que não só somos sempre estudantes e aprendizes como também que vamos ter lições para aprender do começo ao fim da vida.

Mas eu aprendi algumas coisinhas já, e sempre que posso eu fico muito felizinha em dividir o pouco que alhamdulillah eu já aprendi.

Hoje em especial eu vou falar de algumas destas coisas que aprendi e, em paralelo e misturado com tudo isto como sempre, vou falar de mim, e do que estou sentindo.

Sabem eu costumo falar que eu sou uma verdadeira saladinha, porque eu sou brasileira, neta de alemães e muçulmana, além de outros aspectos múltiplos que compõem a mulher que eu sou.

Mas além destes aspectos eu sou também "italiana" no modo de agir em algumas situações. E uma delas acaba de se fazer presente frente aos últimos acontecimentos ocorridos não só na "comunidade" islâmica mas em especial comigo.

E como é este "ser italiana no modo de agir"?

Simples, quando estou com raiva, magoada, triste, decepcionada, eu explodo!!! Então eu gesticulo e fico brava e dou bronca e em geral como tenho raciocínio muito rápido e sou "escrevinhadeira" de textos e letras, eu produzo frases e raciocínios contundentes e faço todo o meu show de extravasar a tensão que estou sentindo.

Isto na verdade traz uma vantagem para mim porque na psicologia percebemos que quem exterioriza tensão tem mais facilidade de transcedência, superação, e de alcançar em seguida um estado de relaxamento e alívio desta mesma tensão.

Isto faz com que eu sempre a minha vida toda tenha a vantagem de não guardar raiva, sabem? Sempre foi assim, mesmo em relação aos agressores que me atacaram quando eu tinha 11 anos de idade, eu fui sim massacrada e destruída pelo que eles fizeram e depois procurei a minha auto-destruição e levei muitos anos, décadas, para conseguir me reinventar, e curar as minhas feridas, mas hoje eu me encontro em tal estado de superação e paz dentro de mim, e agradeço muito a Allah por isto porque se isto aconteceu foi por determinação Dele, que sinceramente não sinto mais nada, o tempo passou e sim isto me modificou para sempre e deixou em mim marcas que nunca mais se apagarão, mas eu sobrevivi, e venci, e me reinventei, e superei. O resto, é com Allah.

Desde que eu comecei a estudar sobre o Islam, a ler o Alcorão, e desde a minha reversão, eu aprendi algumas lições preciosas que me acompanham até hoje.

Uma delas é que um muçulmano NUNCA pode acusar outro muçulmano de não ser muçulmano, porque a Shahada é SAGRADA, é da pessoa diretamente com Allah, e só Allah pode julgar a validade ou não desta Shahada.

Sim sim temos irmãos e irmãs que infelizmente não praticam o que dizem acreditar, alguns se desviam do caminho, outros infelizmente infestam a nossa comunidade de fitnah e hipocrisia, e bem sabemos o tamanho do estrago que isto tem causado não só na comunidade como também na vida de muitas pessoas, MAS MESMO ASSIM SÃO ESTAS PESSOAS MUÇULMANAS SIM, e não podemos falar que não são, a não ser nos casos em que a pessoa abandona mesmo a Religião de Deus ou não faz as orações ou quebra um dos 5 pilares do Islam.

Outra lição importante: Não julgar, porque o julgamento cabe a Allah.

E

Não expor o seu irmão publicamente, se você tem algo a dizer para o seu irmão ou para a sua irmã, diga em particular, não exponha o seu irmão e a sua irmã à vergonha e à admoestação pública.

Eu pratico isto, sabem? Mesmo quando não praticam comigo, eu pratico isto porque eu sou de verdade uma muçulmana!
Então, assim, sendo sincera porém polida porque foi esta a educação que eu recebi dos meus pais, e sendo direta também: eu fiquei muito magoada e muito triste e senti raiva e senti decepção e ainda estou tentando vencer a mim mesma em relação a estes sentimentos que eu senti da minha irmã. E eu não vou citar nomes porque não preciso!!

E eu senti!! E ainda sinto buracos em meu peito, e está sendo difícil lidar com muitas coisas, sabem? Ainda me pego sentindo raiva misturada com todos os tipos de sentimentos de frustração e tristeza, ainda me pego chorando, ainda me pego rangendo sim os dentes e minha jihad tem sido no momento vencer a mim mesma, e pedir a Allah que tire estes sentimentos ruins do meu coração.

Mas porque toda esta intensidade?! Porque isto foi tão brutal e porque gerou tudo isto de uma forma tão forte e profunda?


SIMPLES: PORQUE EU A AMO!!


Entendem o que eu quero dizer??

EU AMO PROFUNDAMENTE ESTA MINHA IRMÃ!! E ELA ME FAZ FALTA!! E SE SINTO RAIVA ÓDIO RANCOR TRISTEZA DECEPÇÃO E FRUSTRAÇÃO DE UMA FORMA TÃO PROFUNDA QUE ME FAZ ESCREVER AQUI EM MAIÚSCULA, É PORQUE A FALTA DELA É SIMPLESMENTE MORTAL E LASCINANTE PARA MIM, E SOBRETUDO PORQUE ELA IMPORTA E MUITO!! NA MINHA VIDA, NO MEU CAMINHO, NA MINHA HISTÓRIA.

Eu estou magoada, e eu estou dizendo isto! E fui eu quem foi atingida, e fui eu que fui diretamente envolvida neste episódio.

Então se eu estou falando isto, por favor, peço a todos, não me julguem, mas também não julguem ela!!

Porque Allah é testemunha de nossos corações, e ninguém mais. Só Allah sabe o que eu estou passando, e o que ela está passando também, eu tenho certeza disto.

E eu não sei dela, e ela não sabe de mim, porque em um momento em que a gasolina pega fogo não adianta jogar água porque não é assim que o fogo apaga, não adianta!! Enquanto houver combustível, há incêndio...

Allah também é testemunha de minhas orações, e em minhas orações eu desejo que possamos sim superar este rompimento, porque caminhamos lado a lado durante muitos dias das nossas vidas e porque eu sei que esta amizade que para mim era tão preciosa e guardada com carinho em um diamante raro e cristalino em meu coração foi sim uma dádiva.

Mas tenho de aceitar o que Allah determina para mim, para nós, para ela também.

Se for da vontade de Allah para quem nada é impossível, talvez um dia possamos estar fortalecidas em nossa amizade, ou então talvez tenhamos de nos conformar em nunca mais passear juntas sob o sol que Allah nos concede todos os dias, mas por favor, eu peço,

NÃO JULGUEM ELA, E NÃO JULGUEM A MIM, POR FAVOR, PORQUE JÁ TEMOS SOFRIMENTO DEMAIS NESTE MOMENTO...

Que Allah nos conceda a compreensão e a humildade suficiente para de fato estarmos todos nós preparados para adquirir novos conhecimentos e com isto crescermos todos sob as bençãos dele.

Salam! 

8 comentários:

Mi disse...

Que tudo fique bem entre vcs.O primeiro passo e mais importante vc já esta dando. Isso é muito raro hj em dia. Parabéns. Muito bonito seu gesto. Bjo que Deus te conserve com este coração.

Dani Uchoas disse...

Salaa, Aleikom!!!

Posso dizer por experiência própria, que não é fácil passar por isso, mas não há mal que dure para sempre. Fique na Paz de Deus que as coisas vão se ajeitar... e tudo vai dar certo!!!

Salaam!! :)

Damárcia disse...

Salam Alaykum wa rahmatullahi wa barakatuh, irmã.

Fico muito feliz por ter uma irmã como você, com um coração tão bom. Foi isso que me pude aperceber ao ler esta postagem.E peço a Allah (swt) que consigam superar tudo da melhor forma.Ameen

Anônimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=D09OymRhLKU&feature=g-all-u

Como perdoar e esquecer... Não que você não saiba, mas para dar uma forcinha. Insha'Allah!

Luz Compasso disse...

Querida Amiga. Voltei ao teu blog. Me emociona ler o que escreves! Isso acontecerá com muita gente! Coragem pois até o teu livro ser publicado vai demorar! não desistas! Nunca! Adoro ler o que escreves! Beijinhos
Até breve.
Luz

nidalnijm@ig.com.br disse...

Salam Aleikom Querida Irma Gisele,

Apenas queria te avisar que eu mandei um email para voce, mandei para os 2 emails teus que tenho comigo.

Aguardo ansioso a sua resposta,

Al Salam Aleikom,

Nidal.

Anônimo disse...

salam walaeikun estou de volta de pois de passar por td que passei tendo força pra caminhar com minhas próprias perna ai decidir voltar a ler os seus post do seu blog que me dar coragem de seguir avante com as coisas boas que li em seu blog minha irmã decidir quebrar o tabu tirei td aquilo que encomodava muitas gente e com isso estou regreçando aos caprichos da minha mae e tirei o véu mais vou voltar usar bjsss sara

Anônimo disse...

salam walaeikun estou de volta de pois de passar por td que passei tendo força pra caminhar com minhas próprias perna ai decidir voltar a ler os seus post do seu blog que me dar coragem de seguir avante com as coisas boas que li em seu blog minha irmã decidir quebrar o tabu tirei td aquilo que encomodava muitas gente e com isso estou regreçando aos caprichos da minha mae e tirei o véu mais vou voltar usar bjsss sara