quarta-feira, 27 de julho de 2011

Amy Winehouse morreu


O mundo inteiro foi sacudido por algumas notícias realmente chocantes nestes últimos dias, e 1432 AH (2011) nunca mais será o mesmo depois destes acontecimentos.

O primeiro é o fato que dá título a este texto: a morte de Amy Winehouse. É realmente triste para mim comparar as fotos das cantora menina, adolescente, e em início de carreira, com as últimas imagens da mesma antes de seu trágico falecimento, ela se imolou viva, é impressionante notar que sua decadência física e mental crescia na mesma proporção do sucesso.

O outro fato que dividiu as atenções da imprensa com a morte da Amy Winehouse foi o atentando terrorista ocorrido na Noruega.

E eu demorei muito para escrever sobre isto porque estava observando, e refletindo.

Um aspecto interessante que eu notei sobre este fato, e que muitas pessoas também notaram, é que a imprensa reluta em dizer que foi de fato um ATENTADO TERRORISTA, causado por um TERRORISTA!

Surpreendente? Nem tanto, nem tanto...

Para quem conhece de fato a "ética" da imprensa no ocidente (ou seria a falta dela??? Fica aqui a pergunta no ar...) este fato não é de se estranhar. Mas talvez para os que estão acordando agora para a realidade e para os que ainda não perceberam que o poder financeiro hoje no mundo é secundário, usado apenas para sustentar o GRANDE PODER real que é o domínio e a manipulação sobre a INFORMAÇÃO, pode ser que seja algo surprendente.

Mas, vamos analisar o fato. Um homem movido por ideologia e fanatismo provoca um duplo atentado terrorista (carro-bomba e tiros), cujo alvo não é propriamente o que ele alega ser "o inimigo", e faz uso do TERROR para provocar MEDO - isto é TERRORISMO, e este é um TERRORISTA.

Porque será que a imprensa não quer usar os TERMOS CORRETOS, que ela usa e abusa em "outros casos"?

Será que é porque ele é BRANCO DE CABELOS LOIROS? Será que é porque ele é EUROPEU? Será que é porque ele é CRISTÃO? Será? Será?

Então se a imprensa não usa, eu pelo menos uso:

Um TERRORISTA CRISTÃO provocou um DUPLO ATENTADO TERRORISTA na Noruega.

Por outro lado, eu não sou hipócrita como os que tentam a todo custo ligar atos terrorismo ao Islam, e não vou dizer que ele fez isto porque é cristão, porque é europeu, porque é branquinho de cabelos loiros (até porque se é este o caso então eu também sou né? rs...)

Não. Nada disto! Ele fez isto porque é um FANÁTICO, DESEQUILIBRADO e RESSENTIDO.

Ele fez isto porque em seu desequilíbrio, ele precisa achar um CULPADO pelo fato de que seu país, sua sociedade, e seu mundo, estão derretendo e morrendo, afinal a Europa está de fato afundando em si mesma, se parece com um barco todo furado que está naufragando e as pessoas tentam desesperadamente tampar os furos com esparadapos que nada podem fazer para impedir a entrada da água.

Isto é triste, não é bonito de se ver.

Aliás o mundo ocidental está de fato mudando, e esta mudança não foi causada por uma guerra, uma revolução, uma convulsão social, ou por agentes externos. Nada disto!

Na verdade o que podemos observar é que os sucessivos erros ao longo de um caminho comprido acabaram por levar Europa e EUA a auto-destruição, afinal de contas é inédito o fato de que os EUA estejam a ponto de dar um calote em sua própria dívida, motivado por uma crise financeira que lembra também o "barquinho" onde embarcou a Europa.

Aos poucos, e sutilmente, tudo está sendo cortado por lá, já pararam para reparar? Programa espacial (aah agora é a iniciativa privada que é responsavel... sei...), invasões no exterior (tropas de volta porque está na hora de devolver o poder ao povo... sei...), etc... etc...

Mas podemos tirar também uma grande lição sobre o rapaz da Noruega, afinal ele não é nada mais do que um produto de outro grande erro: a tentativa de se 'rachar' o mundo no meio, a propaganda em massa de que o mundo começa na costa oeste e termina depois da Rússia, e que do outro lado é outro planeta, outra raça, outro mundo.

E mais do que isto, a insistência em dizer que a culpa é do outro, de ambas as metades da bola.

É isto que estamos fabricando! Violência, morte, fanatismo, ódio... e muitas vidas pagaram o preço por isto e, o que é pior, ainda pagarão!

Esta é a grande lição.

Que Allah ilumine a mente das pessoas para que todo mundo possa aprender com esta grande lição.

Que Allah conceda o conforto e o consolo para a família da Amy Winehouse, das vítimas do atentado terrorista da Noruega, e também para a família do infeliz que ceifou tantas vidas.

Allahu Akbar!

Um comentário:

Mia disse...

Concordo completamente contigo! Ele é um cristão extremista, islamofobico e que portanto odeia os muçulmanos.

No início tudo dizia que era um atentado terrorista provocado, claro, por muçulmanos (Al qaeda ou líbios), agora que se sabe que ele é cristão, tudo fica calado!!

Apetece esfregar essa notícia no focinho de muita gente e por um pauzinho nos olhinhos dessas pessoas a ver se ficam bem abertos!

Mas tenho esperança que aos poucos, agora com isto, algumas pessoas comecem a ver que gente boa e má existe em todo o lado, seja de que religião for.

Beijinhos*