quarta-feira, 7 de março de 2012

Resposta a uma mensagem que eu recebi...


Louvado seja Allah, e a paz e a benção de Allah estejam sobre Seu Mensageiro Muhammad.



Eu recebi uma mensagem, e resolvi responder em forma de post aqui no meu blog.

Mas antes de começar, eu volto a informar que


ESTE BLOG NÃO RECEBE MENSAGENS ANÔNIMAS


Mensagens anônimas simplesmente não são recebidas, e muito menos são lidas. Então se você quer mandar uma mensagem ou comentário para o blog, sinta-se à vontade, mas identifique-se, porque do contrário, TENHA CERTEZA, o comentário ou mensagem não chegarão sequer a ser lidos.

E se você que enviou esta mensagem quer responder ou comentar, por favor, identifique-se porque do contrário eu nem ficarei sabendo sobre o que você escreveu, sim?

Esta mensagem veio de forma anônima mas por alguma razão ela foi enviada também para a minha caixa de e-mail, e foi desta forma que eu consegui recuperá-la, mas isto não ocorre com outras mensagens, sim?

Então vamos lá, diz a mensagem que eu recebi:

Olá Gisele, tudo bem? Acho muito legal de verdade você ser uma Munakaba! Mostra que você se encontrou e que você não segue uma moda qualquer, mas sim, que você escolheu algo com o qual você se identifique de verdade :) O que eu quero dizer é o seguinte: Talvez seja uma crítica, vi no seu blog que a mídia espalha preconceitos sobre o islam, e realmente concordo, a mídia é muito tendenciosa e se utiliza dos interesses da classe dominante... Mas quando muitos muçulmanos acusam a mídia e algumas pessoas de preconceito com relação ao islam, se esquecem que muitos muçulmanos agem por vezes com preconceitos com relação a outras pessoas. No ocidente existe maior abertura atualmente com respeito a homossexualidade e já vi muitos muçulmanos com comentários ofensivos a homossexuais e sem o mínimo de respeito! Que o islam é absolutamente contra a homossexualidade é do conhecimento de todos, porém nós somos pessoas, temos nossos direitos (conquistados com muita coragem, sacrificio e luta)! e da mesma forma como os muçulmanos tem o direito de serem ouvidos sem preconceitos e serem respeitados nós também temos! Da mesma forma como baha'ís, ateus e outras minorias que são privadas de seus direitos no Oriente Médio! Entenda que minah intenção não é denegrir nem ofender a você nem ao islam ou aos muçulmanos, mas sim, estou somente dizendo que acredito que liberdade de seguri a vida com honestidade e sendo feliz é um ideal absoluto, ou seja não se pode acusar ninguém de preconceito e exigir respeito, sem também fazer isso com outros, que por mais que sejam diferentes e não os compreendamos, também são seres humanos como nós! Obrigado, aguardo ansiosamente sua resposta, tudo de bom para você!”


Esta é a minha resposta:

Que a paz de Deus esteja com você.

Vou começar a minha resposta deixando bem claro que é preciso acabar de vez com a grande confusão que se faz entre RELIGIÃO, e NACIONALIDADE, entre ISLAM, e CULTURA ÁRABE, entre uma religião para toda a humanidade e o Oriente Médio.
Escrevo isto para explicar que:

01) NÃO EXISTE HOJE NO MUNDO NENHUM PAÍS ISLÂMICO. Algo muito simples de constatar, porque não temos um Khalifa hoje em dia. E não temos nenhum país que é governado segundo a Sharia, a lei de Deus, o que temos são países CUJA MAIORIA DA POPULAÇÃO é muçulmana, mas cujo governo não é islâmico e a aplicação das leis é segundo vontades interpretações e “adaptações” regionais e políticas.

02) Muitos são os lugares no mundo onde as pessoas infelizmente trataram com desleixo a religião, e o desleixo abriu as brechas por onde os abomináveis e horripilantes costumes da Era da Ignorância, tão combatidos pelo Profeta Muhammad (saws), voltassem e contaminassem as sociedades. Este lugares pagaram e pagam um preço alto por conta disto, com corrupção social, miséria, obscuridade, e só voltarão a ter luz à medida que as novas gerações exijam uma volta ao Islam de verdade, como resgate do que determina Allah, e como resgate de sua verdadeira identidade, e isto está acontecendo agora.

Dito isto, e levando em consideração que a minha resposta é ISLÂMICA, totalmente islâmica, é preciso que eu diga para você que o Islam é a religião para todos, para toda a humanidade, sem exceção alguma. Qualquer pessoa pode tornar muçulmana, independente da sua situação ou orientação sexual.

O islam é para todas as pessoas e para toda a humanidade. Aliás, O islam, muitas vezes, ajuda as pessoas a resolverem e/ou corrigirem seus problemas de maneira correta, saudável e religiosa perante Deus.

O Islam proíbe sim a prática do homossexualismo e a considera de fato pecado grave. Isto não é exclusivo do Islam, mas também é compartilhado pelo Judaísmo e Cristianismo, e as três religiões são originárias da mensagem de Allah, Único e Senhor de todos os mundos, para toda a humanidade ao longo do tempo, começando com o Profeta Adão (a paz esteja sobre ele) e passando por todos os mensageiros e Profetas de Allah, Subhana wa Taala, até o Profeta Muhammad (saws).

Disse Allah, Louvado seja, no Alcorão:

80. E (enviamos) Lot, que disse ao seu povo: Cometeis abominação como ninguém no mundo jamais cometeu antes de vós,
81. Acercando-vos licenciosamente dos homens, em vez das mulheres. Realmente, sois um povo transgressor.”
(Surata 7 : 80, 81)

165. Vos achegais aos varões deste mundo?
166. E deixais vossas mulheres, que vosso Senhor criou para vós? Mas, sois um povo agressor.”
(Surata 26 : 165, 166)

54. E lembra-lhes de Lot, quando disse a seu povo: ‘ Vós achegais à obscenidade, enquanto a enxergais claramente?
55. Por certo, vos achegais aos homens, por lascívia, em vez de às mulheres! Alias, sois um povo ignorante.“
(Surata 27 : 54, 55)

Estes versículos se referem à sociedade do Profeta Lot (as) que Allah enviou para que advertisse seu povo sobre seu errôneo proceder, mas eles ignoraram tais advertências e, como consequência Allah ordenou a Lot (as) que abandonasse a cidade junto com sua família.

Assim o povo de Sodoma foi destruído em sua totalidade por causa de sua incredulidade e da prática do homossexualismo.

Portanto, é evidente que o homossexualismo é um pecado perante Allah, Louvado seja, que sempre nos alertou quanto a isto.

Mas, o que é “pecado” dentro da visão islâmica? Um pecado é cometido quando alguém causa dano a si ou a outros ou a qualquer parte da criação. A culpa depende da intenção do pecador. A sua forma mais extrema é a de alguém que deliberadamente praticou atos nocivos e destrutivos rejeitando quaisquer recursos para fazer o que é para seu próprio benefício, sem se importar com o que é benéfico para os outros. A natureza humana é essencialmente boa e capacitada para trazer benefícios, mas a intenção muitas vezes a desvia de seu curso natural.

No entanto, como eu disse no início do texto, o Islam é a religião para toda a humanidade. O Islam não exclui ninguém, portanto a pessoa que pratica o que é pecado, também tem o direito ao Islam, e principalmente tem direito de conseguir superar a intenção que a desvia através do Islam, e isto ocorre muitas vezes com muitas pessoas.

Isto é possível devido ao fato de que Allah, Louvado seja, é o Misericordioso, o Misericordiador, e também porque só cabe a Allah o julgamento, e através de Sua misericórdia existe de fato o perdão, a superação, a evolução.

Não há então a perseguição pessoal, mas sim o fato de que como muçulmanos devemos fomentar o bem, e aconselhar sobre o abandono do que é errado, ou seja trocando em miúdos, e lembrando novamente que estamos aqui falando do Islam verdadeiro, original, sem bidah e sem desvio, a pessoa que comete o pecado é chamada à superação e ao islam sim, é o pecado o objeto da reprovação, e não o ser humano em si.

Existem alguns trabalhos teóricos que afirmam que a homossexualidade é herdada geneticamente e aqueles que têm a predisposição à esta tendência são vítimas desta determinação genética.

Por outro lado, temos também os que pesquisam e afirmam que homossexualidade é determinada pelo meio em conjunto com o histórico de vida, como fatos acontecidos nos estágios do crescimento humano.

Mas estas alegações também aparecem em problemas como alcoolismo e uso de drogas, em vícios de jogo e outros comportamentos.

O que é preciso para que uma pessoa que teoricamente tenha tendência a estes problemas a supere? Em primeiro lugar, o reconhecimento pessoal da existência do problema. E em segundo lugar, a consciência de que por exemplo, o álcool traz o prazer sim, no momento, mas também traz o dano, a ressaca, a baixa auto estima do dia seguinte, o prejuízo moral, social, e físico. E então vem o terceiro passo, vencer todos os dias, em nome do bem estar.

É possível? Sim é possível. Todos conseguem? Allah sabe mais e só Ele tem o conhecimento da resposta desta questão. Mas o que o Islam traz ao pensamento, é que vale a pena tentar, e confiar em Allah, porque este é o caminho para conseguir o êxito.

Resumindo o que eu disse aqui:

01. Sim o Islam considera que de acordo com as palavras de Allah, o homossexualismo é pecado e deve ser combatido;

02. No entanto não se persegue aquele que comete o pecado;

03. O Islam é para toda a humanidade sem exclusão ou exceção nenhuma;

04. Através do modo de vida islâmico, há a superação do que é tendência.

Tudo isto com respeito humano, tolerância sim e compreensão, são estes verdadeiramente valores islâmicos.

Peçamos a Allah que possamos avançar no sentido da consciência e do entendimento, e Allah sabe sempre mais!

Salam

24 comentários:

Dani Uchoas disse...

Salaam aleikom!!!!

Concordo com vc em gênero e grau.... e vc explicou essa verdade perfeitamente!!!!


Salaam!

:)

Rosa Pugno disse...

Assalam walaikum mana!

Concordo com você em todos os aspectos de sua resposta.

Grande abraço querida! Saudades... :)

Denise Bomfim disse...

Salam, minha mana querida!

Gi, estava com saudades de sua escrita pacífica, esclarecedora, a iluminar mentes e brilhar luzes...
Que saudades...

Um beijinho,

Denise Bomfim.

Gabriel disse...

Bom, acredito ser inútil discutir!
Todos temos liberdade de pensamento e eu respeito o de vocês. Porém, se queremos faz valer nossos direitos temos que lutar por aquilo que sentimos e cremos, é muito fácil dizer algo de homossexuais, sendo que não estão na pele deles! Também é muito fácil xingar Israel, não levando em conta o Holocausto nem o fato de que a paz para os dois povos unidos é o melhor!

Não quero entrar em discussão, respito a opinião de vocês como já falei, vocês tem seus motivos e argumentos, mas eu também tenho os meus!

Gisele Marie disse...

Gabriel

A paz de Deus esteja com você.

Contra a palavra de Deus Único, não há argumentos, há obediência e concordância para todas aquelas pessoas que seguem o caminho da senda reta, peço a Allah que você também seja encaminhado...

E quem disse para você que:

01. Muçulmanos são contra judeus e os xingam? RESPOSTA: A mídia que tira o seu direito de opinar e pensar, porque não existe de nossa parte nada contra JUDEUS, e sim contra SIONISTAS, coisas totalmente diferentes. JUDEUS = religião de Deus Único, como cristianismo e Islam. SIONISMO = partido político totalitário e imperialista, implantado à força sobre um país que já existia.

02. No HOLOCAUSTO, CUJA AUTORIA REAL É HOJE MUITO DISCUTIDA, só morreram judeus? RESPOSTA - A imprensa ocidental QUE PERTECEM AO SIONISMO, que usa você e todos do Ocidente como massa de manobra e diz o que você tem de pensar e como deve entender as coisas, tirando a sua liberdade e consciência.

Que Allah te abençoe.

Salam

Gabriel disse...

Bom, eu respeito sua opinião, mas saiba que não concordo...
Deus jamais pede obediência cega de ninguém! Se Deus ordena ou proíbe algo, existem argumentos, não sou a favor de obediência ou imitação cega, tudo tem um por quÊ!!
A única mensagem que eu realmente qusi e quero passar a vocês é a seguinte:- NÃO SE PODE ACUSAR ALGUÉM DE PRECONCEITO CONTRA VOCÊS, CONTRA A RELIGIÃO DE VOCÊS, QUANDO SE AGE DA MESMA FORMA COM OUTROS!
-NÃO SE PODE DIZER QUE A SUÍÇA ESTÁ ERRADA EM PROIBIR OS MINARETES E A FRANÇA EM PROIBIR O NIQAB, SE NOS PAÍSES ISLÂMICOS AS PESSOAS NÃO TEM LIBERDADE DE MUDAR DE RELIGIÃO E NA ARÁBIA SAUDITA AS PESSOAS NÃO TEM DIREITO DE PRATICAREM OOUTRAS RELIGIÕES!

eu sei que vocês vão discordar, mas entendam que não estou desrespeitando, só estou dizendo o que eu penso! da mesma forma como vocês devem fazer, obrigado!

Gisele Marie disse...

Veja Gabriel, como você está mal informado e nada sabe sobre o Islam de verdade:

01. APENAS 30% DOS MUÇULMANOS DO MUNDO SÃO ÁRABES;

02. 20% DOS ÁRABES NÃO SÃO MUÇULMANOS.

03. VOCÊ ABRIRIA UMA MESQUITA, OU UM TEMPLO EVANGÉLICO, NA FRENTE DO VATICANO? ACHO QUE NÃO NÉ? ENTÃO PORQUE ACHA QUE PODE FAZER ISTO DENTRO DA ARÁBIA SAUDITA? E mesmo assim, como te disse acima, 20% dos árabes não são muçulmanos.

Eu estou tentando te explicar que VOCÊ NÃO SABE NADA SOBRE O ISLAM DE VERDADE, você só sabe do estereótipo distorcido que a imprensa faz sensacionalismo aqui no ocidente, mas você, não se convence, o que eu posso fazer??

Vamos fazer assim? Eu entendo o seu ponto de vista, vai estudar de verdade, procurar fontes ISLÂMICAS SÉRIAS e verdadeiras, conhecer de fato o Islam, porque só assim você terá FUNDAMENTO baseado em CONHECIMENTO, para ter um debate de fato construtivo, entende isto?

Não estou brincando, me ouça por favor: VOCÊ NÃO CONHECE O ISLAM, convença-se disto, sim?

Gisele Marie disse...

E como eu te disse, não temos preconceito, apenas obedecemos sim e sem contestar a ordem de DEUS, porque Ele é o Senhor dos Mundos, A Origem de tudo, e para onde tudo se volta, porque Ele nos criou, somos suas criaturas, assim como todos os Universos.

Então não temos preconceito, somos submissos a Deus, e Deus nos diz que o homossexualismo é haram ponto e acabou.

Sarah disse...

Olá a todos!
Gabriel concordo com você plenamente, morei 5 anos no Cairo e sem bem como funcionam as coisas por lá. Não quero discutir com ninguém, só acho que a liberdade e a paz devem ser compartilhadas com todos, afinal todos nós somos filhos de Deus e ele nós ama pelo nosso coração, bondade e o que doamos ao próximo. Seremos julgados por nossas ações não por nossa orientação sexual, religião, signo ou data de nascimento. Tudo tem um porque e nossa única missão nessa vida e amar e ser amado!
Beijos a todos e Shalom!
Sarah

Gisele Marie disse...

Sarah, que a paz de Deus esteja com você.

Então temos um impasse aqui, porque eu discordo de você.

Em primeiro lugar porque nem você, nem eu, nem o Gabriel, nem ninguém aqui, é Deus, e portanto não somos aptos a definir o que Ele quer, o que Ele determina, e como Ele pensa.

Temos a Palavra de Deus, clara, como explicada no post, somos pequenos demais para querer ser Ele, e portanto determinar se Ele quer assim ou assado ou dizer que Ele quer obediência ou não é algo tolo. Se assim fosse, não haveria a necessidade da mensagem de Deus passada para a humanidade por todos os seus mensageiros (Allah esteja satisfeito com eles).

Em segundo lugar, porque a sua visão quando diz que morou no Cairo, é diferente de todos os meus amigos e amigas que moraram ou AINDA MORAM no Egito, de minhas amigas e amigos que moram no Kwait, na Arábia Saudita, Marrocos, Paquistão, Líbano, Turquia, Katar e outros países.

E dada a diferença de informação, e o fato de que estas pessoas estão lá, sinto muito mas dou crédito a quem eu conheço, sim?

Salam

Gabriel disse...

Gisele, não leve isso para o lado pessoal, eu respeito você e admiro sua maneira de ver as coisas! Tanto que você tem muita coragem para usar o Niqab e isso requer muita fé!
Não quero também promover um ou dois ou três debates desnecessários aqui no blog, somente acho que podemos crescer utilizando a lógica e o bom senso, portanto eu acredito que o diálogo enriquece!
Eu respeito totalmente sua opinião e sei que você tem muitas convicções com relação a isso, a única coisa que eu gostaria é que você entendesse que eu estou sendo sincero e expressando o sentimento do meu coração, sem nenhuma hipocrisia ou maldade!
Mas eu conheço o islam sim, das fontes originais!
Tanto que eu já fraquentei uma mesquita e era muçulmano!
Já li o Alcorão um pouco em árabe e o significado em português!
Sei fazer as orações e sei muitas coisas a respeito da história islâmica, tanto em questões religiosas (como os antigos povos de Ad e Samud), como questões mais contemporaneas!
Eu sei que ser muçulmano e ser arabe são coisas diferentes, eu entendo isso! Mas violações aos direitos humanos dos homossexuais não ocorrem somente em países arabes, mas sim ocorrem no Afeganistão, Irã e em países socialistas como a Coréia do Norte!
eu discordo de você em algumas coisas sim, como por exemplo, o Vaticano é muito menor que a Árabia Saudita, o Vaticano é um estado independente, porém é a sede da Igreja Católica, da mesma forma, concordo com relação ao fato de Makkah e Madinat só terem muçulmanos (isso levando em conta o fato de que o espaço entre eleas ser muito maior que o Vaticano), a Arábia Saudita é um país!
Eu creio que Deus está acima de preconceitos humanos. Mas talvez a discussão seja inutil, não chegaremos a lugar algum!
A Única coisa que quero dizer é a seguinte: se a homossexualidade é tão errada assim, por que Deus cria homossexuais, ok vão dizer que as pessoas querems er homossexuais. Eu Garanto que este não é o caso! você acredita que crianças de 3 anos querem ser gays, afeminados, lésbicas, para sofrerem preconceitos, alguns mudarem de sexo no futuro por que não se sentem bem com seu corpo?! E nos países muçulmanos?! existem gays sim! tanto que existem na comunidade islâmica brasileira, minah fonte é o wikipédia e a realidade!

Gisele Marie disse...

Gabriel,

A paz de Deus esteja com você.

Vou responder por partes, acho que vai ser longo mas é melhor.

Gisele Marie disse...

Diz você:


Gisele, não leve isso para o lado pessoal, eu respeito você e admiro sua maneira de ver as coisas! Tanto que você tem muita coragem para usar o Niqab e isso requer muita fé!

RESPOSTA: Gabriel, palavras escritas na net não traduzem o sentimento aplicado a elas. Portanto, se você leu que levei para o lado pessoa, lamento mas é conclusão sua, nunca levei para o lado pessoal.

Não quero também promover um ou dois ou três debates desnecessários aqui no blog, somente acho que podemos crescer utilizando a lógica e o bom senso, portanto eu acredito que o diálogo enriquece!
Eu respeito totalmente sua opinião e sei que você tem muitas convicções com relação a isso, a única coisa que eu gostaria é que você entendesse que eu estou sendo sincero e expressando o sentimento do meu coração, sem nenhuma hipocrisia ou maldade!

RESPOSTA: Gabriel, mas eu nunca duvidei disto, apenas tento mostrar para você que, apesar do que você escreve mais abaixo, não, você não conhece o Islam.

Mas eu conheço o islam sim, das fontes originais!
Tanto que eu já fraquentei uma mesquita e era muçulmano!
Já li o Alcorão um pouco em árabe e o significado em português!
Sei fazer as orações e sei muitas coisas a respeito da história islâmica, tanto em questões religiosas (como os antigos povos de Ad e Samud), como questões mais contemporaneas!
Eu sei que ser muçulmano e ser arabe são coisas diferentes, eu entendo isso! Mas violações aos direitos humanos dos homossexuais não ocorrem somente em países arabes, mas sim ocorrem no Afeganistão, Irã e em países socialistas como a Coréia do Norte!

RESPOSTA: Gabriel, por favor não leve você para o lado pessoal, mas aqui em cima você prova que não conhece o Islam, e eu gostaria de verdade que você construa este conhecimento.

Vamos analisar o que você escreveu: “violações aos direitos humanos dos homossexuais não ocorrem somente em PAÍSES...”

Mas espera, afinal de contas estamos aqui falando do ISLAM = RELIGIÃO ou de PAÍSES = NACIONALIDADE, tendo em conta que não existe nenhum PAÍS ISLÂMICO NO MUNDO HOJE? E tem mais, você percebe a PROFUNDIDADE desta informação? Porque não tem país islâmico? Simples, porque o SISTEMA DE GOVERNO, a ORGANIZAÇÃO SOCIAL, e AS LEIS, não são 100% islâmicas, portanto, não dá para creditar o que acontece nestes países, ao ISLAM.

Então a culpa da corrupção no Brasil é do CRISTIANISMO?

Gisele Marie disse...

...Continuando, você disse:


eu discordo de você em algumas coisas sim, como por exemplo, o Vaticano é muito menor que a Árabia Saudita, o Vaticano é um estado independente, porém é a sede da Igreja Católica, da mesma forma, concordo com relação ao fato de Makkah e Madinat só terem muçulmanos (isso levando em conta o fato de que o espaço entre eleas ser muito maior que o Vaticano), a Arábia Saudita é um país!

RESPOSTA: Gabriel, não entendi, o que tem a ver o tamanho com a questão?? A Arábia Saudita se considera TERRITÓRIO ISLÂMICO, e na verdade é mesmo embora não seja um país islâmico na prática, e sendo uma rua, um bairro uma cidade ou um país, é um território que é o centro de uma religião, não tem nada a ver tamanho com isto.

Eu creio que Deus está acima de preconceitos humanos. Mas talvez a discussão seja inutil, não chegaremos a lugar algum!

RESPOSTA: Já eu creio que Deus está acima da compreensão humana,. E da razão humana.

A Única coisa que quero dizer é a seguinte: se a homossexualidade é tão errada assim, por que Deus cria homossexuais, ok vão dizer que as pessoas querems er homossexuais. Eu Garanto que este não é o caso!

RESPOSTA: Gabriel, aqui neste ponto só tenho uma resposta para você:

DEUS NUNCA DÁ UM FARDO MAIOR DO QUE A PESSOA PODE CARREGAR. Sim?

Gisele Marie disse...

E por fim, você disse:


"Você acredita que crianças de 3 anos querem ser gays, afeminados, lésbicas, para sofrerem preconceitos, alguns mudarem de sexo no futuro por que não se sentem bem com seu corpo?!"

RESPOSTA: Opa, aqui neste ponto você deu uma escorregada e fez uma verdadeira salada, Gabriel. Não conheço estudo que mostra que crianças de 3 anos são homossexuais, e a frase “alguns mudarem de sexo...porque não se sentem bem com seu corpo”, uma expressão popular, nunca foi associada a homossexualismo.

Gabriel, estamos falando, pelo que eu sei, de HOMOSSEXUALISMO que é ORIENTAÇÃO SEXUAL. Não estamos falando de DISPARIDADE CONGÊNITA DE GÊNERO que nada tem a ver com homossexualismo e sequer com orientação sexual. “Não se sentir bem com o seu corpo” é uma queixa comum entre pessoas portadoras de Neurodiscordância ou Disforia de Gênero (f64-2 CID10), e esta é uma DOENÇA, psíquica de origem provavelmente biológica, que independe de orientação sexual, e nada tem a ver com o assunto em pauta. Informe-se melhor sim? Por um acaso, estudo psicologia e já desenvolvi trabalho sobre esta desordem. Homossexualismo é uma coisa, questão de orientação sexual, Disforia de Gênero é outra coisa totalmente diferente, questão de desordem congênita de gênero.

"E nos países muçulmanos?! existem gays sim! tanto que existem na comunidade islâmica brasileira, minah fonte é o wikipédia e a realidade!"

RESPOSTA: Gabriel, não existe nenhum país muçulmano (o certo é islâmico, muçulmano é a pessoa que segue o Islam) no mundo hoje em dia, por favor entenda isto. Não tem nenhum país cujo governante é um Khalifa escolhido e vitalício, substituído por outro também escolhido, não tem nenhum país cuja lei seja de fato a Sharia, e sim partes ou interpretações relativas desta, portanto não tem governo islâmico e não tem país islâmico, o que temos são países cuja maioria da população é composta por muçulmanos, e cujos governos em sua grande maioria são contra o Islam, daí as revoluções que estão acontecendo.

Se existem gays, Allah sabe mais, e é de Allah com a pessoa, se tem perseguições a gays nos PAÍSES DE MAIORIA ISLÂMICA, isto é nacional, não é do Islam. Só pode ser se tiver no Alcorão, na Sunnah e na Sharia, se não tiver, não é Islam.

E mesmo assim, bem me lembro de fotos fartamente veiculadas pela imprensa vendida ocidental mostrando homens sendo enforcados no Iran, e informando que eram homossexuais, e não eram, eram assassinos, ladrões e estupradores. Você precisa entender que se quer de fato entender o Islam, não é pela imprensa vendida ocidental que você vai fazer isto, porque a imprensa obedece aos seus donos, e estes são sionistas (note que me refiro ao sionismo, e não a judeus, são coisas distintas).

Gabriel disse...

Postando o meu último comentário vou realmente dizer o que eu penso...
Vejo que você Gisele, tem convicções muito firmes, parabéns, pois você sabe o por que você cre em algo!
Não vou discutir, mas como esta careca de saber, eu discordo plena e totalmente em algumas coisas...
Deus está muito além da compreensão humana, mas isto não significa que Ele seja distante ou que nunca possamos alcança-lo e compreender através do que Ele criou e da interferência dEle no curso da história humana o máximo que possamos alcançar dEle, pois apesar de ninguém das criaturas compreender a essencia de Deus, ainda sim podemos saber Quem Ele é, pois de acordo com a maioria das religiões esse é o propósito de nossa existência e o que da sentido a vida de todos os devotos na face da Terra!
Também eu tenho a convicção que Deus leva em conta nossa obediência e a exige, mas que isso não torne Ele insensivel nem cruel ao ponto de criar pessoas de uma maneira e condenalas por isso! Até em familias islâmicas nascem homossexuais, isso é algo que sempre existiu, existe, e é bem provavel que sempre existira na história humana!
Quanto a questão da Arabia Saudita se considerar território islâmico por devido a questão de que sua população é amplamente praticante do islamismo assim como o Vaticano é território católico e isso não depende do tamanho concordo! Nisso você realmente tem razão, mas existe um porém: Se a Arabia Saudita tem o direito de exigir que ninguém pratique outra religião que não o islam publicamente devido ao fato de sua população ser quase totalmente islâmica e os santuários sagrados do islam estarem em seu território, nesse caso, a índia também deveria não permitir que outras religiões fossem praticadas em seu território além das indianas (sicksmo, budismo, hinduísmo e jainismo), e isso que digo é valido sim pois não existem dois pesos e duas medidas, e todos sabemos que a India foi invadida não só por ocidentais mas por exércitos que porfessavam a religião islâmica nos séculos passados e isso gerou muita instabilidade e guerras (isso também aumentou a riqueza cultural da índia, e se a Índia é a Jóia espiritual que é hoje é devido a tolerância demonstrada em séculos passados por diferentes tradições, porém esse é um assunto complexo que pode gerar MUITOS comentários) o que quero dizer, é que se seu argumento está correto, os muçulmanos que se retirem da índia, pois não valem dois pesos e duas medidas!Sei que isso é ridiculo, mas tente compreender que ninguém invadiu a Arábia Saudita da forma como foi com a índia e Varanasi, Vrindavan e outros santuários na Índia são tão sagrados para os hindus como Makkah e Madinah são para os muçulmanos!

Gabriel disse...

Por fim gostaria de dizer que creio que Deus exija obediência sim, porém Ele jamais tortura alguém eternamente por não seguir o caminho que Ele determinou, cito as palavras de um sábio religioso do século passado que exprimem perfeitamente a minha opinião:
"... DOGMA RELIGIOSO QUE AFIRMA QUE TUDO DEPENDE DE NOSSAS AÇÕES SOMENTE DESTA VIDA, ADVERTINDO, TAMBÉM, QUE SE LEVARMOS UMA VIDA VICIOSA OU IMORAL, SEREMOS CONDENADOS Á PUNIÇÃO ETERNA NAS ESCURÍSSIMAS REGIÕES DO INFERNO, SEM A OPORTUNIDADE DE UMA SÓ ORAÇÃO QUE FAVOREÇA NOSSA EMANCIPAÇÃO. COMPREENSIVELMENTE, AS PESSOAS SENSÍVEIS, CONSCIENTES DE DEUS, ACHAM ESSE SISTEMA DE JUÍZO FINAL MAIS DEMONÍACO QUE DIVINO. SERÁ POSSIVEL QUE O HOMEM POSSA DEMONSTRAR MISERICÓRDIA OU COMPAIXÃO PELOS OUTROS, MAS DEUS SEJA INCAPAZ DESTES SENTIMENTOS? ESTA DOUTRINA CARACTERIZA DEUS COMO UM PAI INSENSIVEL QUE PERMITE QUE SEUS FILHOS SEJAM DESENCAMINHADOS, E DEPOIS TESTEMUNHA SUAS INFINDAVEIS PUNIÇÕES E PERSEGUIÇÕES.
ESSES ENSINAMENTOS IRRACIONAIS IGNORAM O ETERNO LAÇO AMOROSO EXISTENTE ENTRE DEUS E SUAS EXPANSÕES INTIMAS, OS SERES VIVOS. POR DEFINIÇÃO DEUS DEVE POSSUIR TODAS AS QUALIDADES NO MAIS ELEVADO GRAU DE PERFEIÇÃO. UMA DESSAS QUALIDADES É A MISERICÓRDIA.
A NOÇÃO DE QUE APÓS UMA BREVE VIDA O SER HUMANO PODE SER CONDENADO A SOFRER TERNAMENTE NO INFERNO NÃO É COSISTENTE COM A CONCEPÇÃO DE UM SER SUPREMO QUE POSSUI MISERICÓRDIA INFINITA. MESMO UM PAI COMUM DARIA A SEU FILHO MAIS DE UMA OPORTUNIDADE DE TORNAR SUA VIDA PERFEITA."
Você tem todo o direito de discordar! Mas essa é minha opinião, foi um prazer poder conversar com você e saiba que da mesma forma como fui sincero e procurei não te ofender eu sei que você foi comigo, felizmente estamos em um país democrático e eu não serei punido por expor meus argumentos! Antes de dizerem que esse sistema de Juízo é justo por que deve haver recompensa para os fiéis e as pessoas que cometeram injustiças e monstruosidades devem ser punidas, eu devo acrescentar que concordo, mas uma vida de 70 anos se prostituindo ou roubando (exemplo) não é argumento para uma punição eterna e Deus é mais Amoroso que uma mãe é com seu bebê, isso não o torna esse monstro, esse é meu ponto de vista! Que a Paz, as Bençãos e a Misericórdia de Deus esteja com você!

Gisele Marie disse...

Salam Gabriel, olha estou um pouquinho sem tempo mas vou respondendo para você tá bom:

"Deus está muito além da compreensão humana, mas isto não significa que Ele seja distante ou que nunca possamos alcança-lo e compreender através do que Ele criou e da interferência dEle no curso da história humana..."

RESPOSTA: Mas eu não disse que Deus é frio e distante, disse apenas que podemos alcançá-Lo e compreendê-Lo sim ATÉ ONDE ELE DEUS PERMITE, depois, não mais.

"Também eu tenho a convicção que Deus leva em conta nossa obediência e a exige, mas que isso não torne Ele insensivel nem cruel ao ponto de criar pessoas de uma maneira e condenalas por isso!"

RESPOSTA - Gabriel, Deus não cria condenados, Deus cria sempre seres perfeitos, e dá a cada um a possibilidade de vivenciar a sua própria vida. O "condenado" é convenção humana, condenado é aquele que não teve a coragem de caminhar para frente. Por exemplo, como você pode afirmar que é impossível superar a tendência à homossexualidade e é impossível ser feliz assim? Você já tentou? De verdade? Sem se rotular e se prender a descrições pré-concebidas de outros?

"Se a Arabia Saudita tem o direito de exigir que ninguém pratique outra religião que não o islam publicamente devido ao fato de sua população ser quase totalmente islâmica e os santuários sagrados do islam estarem em seu território, nesse caso, a índia também deveria não permitir que outras religiões"

RESPOSTA - A Arábia Saudita não exige que não se pratique outra religião porque a maioria da população é muçulmana, a Arábia Saudita é o berço do Islam, onde estão as Sagradas Mesquitas, onde o Profeta Muhammad (saws) nasceu, e mesmo assim há cristãos na Arábia Saudita, 30% dos árabes não são muçulmanos Gabriel. A Índia é um território laico, Fátima em Portugal é um local sagrado para cristãos e é laico, a comparação não vale neste caso.

Gisele Marie disse...

"Por fim gostaria de dizer que creio que Deus exija obediência sim, porém Ele jamais tortura alguém eternamente por não seguir o caminho que Ele determinou,..."

Olha Gabriel, volto a insistir que você não conhece de fato o Islam, você tem certeza de que conhece, mas não conhece.

Porque sabe o que você acaba de fazer?

Você acaba de criticar o Islam, e dizer que o Islam tinha de ser como... exatamente ele é!! =D

Veja, quem permanece no Inferno eternamente depois do Dia do Juízo final? Você sabe de fato esta resposta?? Creio que não, meu caro, você não sabe, você pensa que o conceito de Inferno para o Islam é o mesmo conceito do cristianismo, sugiro que conheça de fato o Islam e pesquise sobre isto.

E para adiantar o assunto, pior castigo não há no inferno do que aquele reservado justamente aos MUÇULMANOS HIPÓCRITAS, e aos IDÓLATRAS... Fora estes, a condenação existe sim, mas não é eterna, é o que nos Diz Allah através do aperfeiçoamento da sua religião, do selo final da Revelação, da conclusão da mensagem Dele para toda a humanidade: O Islam...

Gabriel disse...

Ok, vc esclaresce bem o assunto!
mas não concordo com vc!
a índia é território laico? e é o berço do hinduísmo onde estão os locais sagrados hundis!
a Palestina os locais sagrados do judaísmo!
se a Arábia Saudita adota um regime como aquele, é por atraso...
por fim! eu não me rotulo, eu sou! e se Deus me criou asism é vontade dEle!

Gisele Marie disse...

Gabriel,

Que a paz de Deus esteja com você.

Uma pergunta simples e direta:

A RELIGIÃO ADMINISTRA A ÍNDIA?

Acho que não, então VOCÊ ESTÁ ERRADO E PONTO.

E

A Palestina É DOS PALESTINOS, e isto nada tem a ver com religião.

Vai ser cristão palestino para você ver a borrachada que vai levar, vai?

Além da questão envolver somente nacionalidade (e é ótimo para os SIONISTAS que o Ocidente seja adestrado a achar que a questão é religiosa), e ter de um lado um país fictício, truculento, racista, que prega a superioridade racial e o genocídio através de poderio econômico e militar avançado, e de outro os miseráveis com paus e pedras nas mãos que têm suas casas e terras legítimas esmagadas por tanques de guerra e tratores caros, além de suas CRIANÇAS PRESAS ASSASSINADAS TORTURADAS E VIOLADAS, a Palestina é lugar sagrado para nós muçulmanos (a terceira mais importante mesquita está em Jerusalém na Palestina ocupada e roubada) e também para os cristãos.

Lamento muito por você defender genocidas e invasores racistas, que derramam todos os dias o sangue inocente de pessoas condenadas à miséria e exclusão.

Gisele Marie disse...

É muito interessante notar o seu posicionamento em relação à Arábia Saudita.

Porque você utiliza de dois pesos e duas medidas, quer dizer, se é no Vaticano não é atraso mas se é na Arábia Saudita é atraso.

Sabe não sou defensora da Arábia Saudita porque eu acho que sim é um LOCAL ISLÂMICO mas, não não é um PAÍS ISLÂMICO, começa pelo fato de que tem rei, se tem rei não é Islam ponto acabou.

Mas muito mais do que não ser defensora dos Saud, eu sou contra a hipocrisia, e sinto hipocrisia em seu discurso sobre a Arábia Saudita.

E por fim, algo para você pensar...

Sim, Deus te fez assim, agora resta a você descobrir o que Ele quer que você faça com isto, porque segundo o seu raciocínio, ninguém no mundo pode se superar, já pensou o que seria da física hoje em dia se assim fosse? =)

Gabriel disse...

Gisele, eu respeito sua opinião...
agora veja bem, o que ocorre em países islâmicos não é correto e o argumento tem sido a religião, vc acha que é digno da condição humana maltratar alguém por ser homossexual? executar algum muçulmano por se converter a outra religião?!
eu não estrou sendo hipócrita, antes apenas estou dizendo o que sinto como ser humano e criatura de Deus...
vc acha correto discriminar alguém com base nisso?!

Gisele Marie disse...

Daniel, a paz de Deus esteja com você.

Daniel... Subhanallah!!

Entenda de uma vez por todas, eu lhe peço:

NÃO EXISTE PAÍS ISLÂMICO!!

Não existe Khalifado hoje em dia, portanto não tem país islâmico querido!! É fácil de entender!

Isto não é ISLAM, entende isto?

Vamos fazer assim, para eu e você sermos justos: vamos abrir uma queixa em delegacia de polícia CONTRA O PAPA, e CONTRA OS LÍDERES CRISTÃOS, POR CORRUPÇÃO!

Afinal, segundo o seu raciocínio, a culpa da corrupção no Brasil, É DO CRISTIANISMO!

Se você fizer isto, aí conversamos sobre o que você escreveu, tá bom?

Salam!