domingo, 19 de dezembro de 2010

Eu amo o Islam! =)

Olha só que bonitinho isto que eu achei! =) Eu tinha de colocar aqui no meu cantinho!
Uma linda imagem que mostra várias muçulmanas e sua diferentes maneiras de se vestir =)...

Atualmente eu me visto mais neste estilo aqui:

Mas também me visto como a do centro da figura, de saia roxa, batinha e hijab combinando com a saia.

Mas o meu objetivo agora é me vestir assim:

Assim que eu tiver chador eu me vestirei assim, é minha meta e escolha pessoal =), pode ser também como a outra que está de preto...

Bem eu gosto muito de pesquisar e ler na net, eu estava navegando no site do Portal ISLAMBr (http://www.islambr.org.br/) e encontrei lá uma matéria que me emocionou ao ler, porque mostra a verdade que há sobre nós mulheres dentro do Islam, e ler esta matéria me encheu de orgulho por ser muçulmana!

Aí eu resolvi escrever aqui, como um comentário baseado na matéria que se intitula "AS MULHERES MUÇULMANAS CONTINUAM A SUA JIHAD CONTRA A VIOLÊNCIA".

Nesta matéria, cujo link eu vou colocar no fim deste post, pode-se perceber que o Islam nos dá uma coisa muito simples e singela porém fundamental: dignidade.

É uma resposta clara às informações equivocadas e estereótipos enganosos que vemos na mídia todos os dias, e eu tenho certeza que muitas vezes temos de responder a perguntas baseadas neste grande equívoco, eu mesma apesar de recém revertida ao Islam já tive de fazer isto, porque se formos nos guiar pelo que a mídia diz, teremos a idéia errada de que o Islam é opressor em relação às mulheres, e isto é uma grande injustiça, um grande engano!

Porque o Islam deu à mulher desde o seu início, há precisos 1432 anos atrás:

01. O direito à individualidade e independência econômica - individualidade porque sempre fomos vistas como objetos e inferiores antes do Islam, como até propriedade, e o Islam surgiu afirmando que não, que a mulher é parceira completa e individual do homem porque tem os mesmos direitos e responsabilidades. Além disto, no Islam somos independentes economicamente porque desde o surgimento da religião foi estabelecido que podemos possuir bens, gerar negócio próprio e pai, marido, irmão e ninguém pode interferir nisto;

02. O direito à educação e à instrução - o Islam conclama os muçulmanos para a busca do conhecimento, desde o berço, até o túmulo! E não faz distinção entre os sexos, homens e mulheres têm o direito a educação e o dever de procurar construir o conhecimento. Este é um dever para todos os muçulmanos e muçulmanas. O Islam é uma religião que fomenta o estudo, basta ver o número de mulheres com PHD que existem no Oriente Médio hoje em dia por exemplo, o fato da Mesquita ser também um centro de estudos e cultura, e sempre foi assim, desde os tempos mais remotos, e o fato de que estudamos até mesmo sobre a nossa própria religião, sempre!

03. O direito à liberdade de expressão - a mulher tem voz! Sua voz e suas opiniões têm de ser sempre levadas em consideração. Se é obrigação da muçulmana se instruir, logicamente ela tem o direito a opinar e falar, e não há como alegar que sua opinião vale menos por ser a opinião de uma mulher. Há na história do Islam diversos relatos sobre a participação efetiva feminina inclusive  questionando e participando de discussões com o Profeta Muhammad (que a paz de Deus esteja sobre ele).

04. O direito à participação política e social - este tópico eu vou até copiar do artigo porque não encontrei melhor maneira de comentar: "Em toda a história do Islam há relatos suficientes que comprovam a participação da muçulmana nas questões públicas, nas funções administrativas, na erudição, e ensinamentos e mesmo nos campos de batalha ao lado do Profeta(SAAS). Não há no Alcorão ou na Sunnah qualquer texto que impeça a mulher de exercer qualquer posição de liderança. No Brasil, por exemplo, o voto feminino foi aprovado apenas em 1934." No Islam foi aprovado a mais de 1430 anos atrás.

05. O direito à herança - além de sermos consideradas independentes, recebemos do Islam o direito à receber herança. Antes do Islam as mulheres não só eram privadas deste direito, como na verdade faziam parte da herança como propriedades dos homens...

06. O direito da mulher ao divórcio - o Islam foi a primeira organização no mundo a dar à mulher o direito ao divórcio e à partilha de bens do casal! Isto repito, a mais de 1430 anos atrás! No Brasil, somente em 1977 a Lei do Divórcio diminuiu a injustiça e diferença entre homens e mulheres nesta questão.

07. O direito à sexualidade - totalmente ao contrário do que pensa a grande maioria das pessoas que não conhecem de fato o Islam, ele estabelece a sexualidade como um direito! E de forma igualitária para homens e mulheres. O sexo é expressão de amor, fonte de prazer, dádiva de Deus, e quando praticado de forma lícita, ou seja dentro do casamento, que é o que o Islam determina, até garantia de continuação da sociedade e da família, já que impede o ilícito que destrói.

08. O direito de vestir-se conforme os preceitos religiosos - este é um ponto que provoca muita confusão. Como muçulmana eu posso dizer claramente: COBRIR-SE É ANTES DE TUDO NOSSO DIREITO! Assim como tem mulheres que escolhem se expor e andar semi-nuas, nós ESCOLHEMOS nos cobrir e somos orgulhosas disto. O costume surgiu na época do Profeta Muhammad(SAAS), em uma realidade social em que as mulheres estavam expostas a todo o tipo de agressão (como se a coisa tivesse mudado muito rs...). Naquele tempo as que se cobriam davam um sinal claro de que não deviam ser molestadas porque eram mulheres de fé, muçulmanas. E isto perdura até hoje, porque eu posso dizer sobre a experiência, antes do hijab era devorada através de olhares desrespeitosos, mesmo sendo sempre casta em meu modo de me vestir, recatada. Ouvia cantadas infames e coisas assim. Depois do hijab o olhar em geral é de - RESPEITO. E é o que nós, muçulmanas, preferimos.

09. O direito ao direito - enquanto no ocidente as mulheres tiveram que travar uma verdadeira e louvável batalha, não sem derramamento de vidas e de sangue, para obter o direito a ter direitos, o Islam garantiu este acesso às mulheres desde o seu início.

Além disso somos protegidas, já que fazemos parte de uma grande Nação mundial, e existe um forte sentimento de proteção coletiva entre os muçulmanos: mexeu com um, mexeu com todos!

Estas são coisas que me fazem ter orgulho de ser muçulmana, e amar o Islam como de fato eu amo!

Existem lugares sim em que todos estes direitos claramente garantidos são negados.

Só que aí não é questão de religião, é questão de injustiça social, de sociedades que se dizem islâmicas mas se distanciam do Alcorão, da palavra de Deus, e da Sunnah, do Islam verdadeiro e original, como ensinado pelo Profeta Muhammad(SAAS).

É por estas e outras, que eu amo o Islam! =)

2 comentários:

Maryanna Fahmy disse...

Salamo aliekom irmã Gisele!
Foi com muita alegria que conheci mais um blog de revertidas ao Islam, masha Allah, parabéns !! Eu também, alhamdulillah sou uma apaixonada pelo Islam e inshaAllah dedicarei o resto dos meus dias na divulgação da religião de Allah, (louvado seja). Allahu Akbar !
Aproveito para divulgar o meu blog também: http://muslimahcomorgulho.blogspot.com/.
Salam !!!

Gisele Marie disse...

Aleikom Salam irmã Maryanna!

Seja bem vinda, sua visita me honra tá bom? =)

Que Allah abençoe sempre a sua vida e a sua casa, que Ele abençoe a disposição pela Dawah, já estou no seu blog, e o seu blog já está aqui linkado no meu =)

Salam!