sábado, 8 de janeiro de 2011

O Clone



Eu tenho ouvido diversas opiniões à respeito do fato da Rede Globo voltar a exibir a novela O Clone. Opiniões bem diversas é verdade, e finalmente vamos à novela não? Porque de um jeito ou de outro ela volta mesmo a ser exibida.

Um dado interessante a se registrar é que eu acho que esta novela realmente marcou época e muitas pessoas consideram que foi a melhor novela da Rede Globo na década passada. Quando eu me tornei muçulmana, muitas amigas minhas se lembraram desta novela e me perguntavam a todo instante sobre minha opinião à respeito, e se eu havia assistido à novela quando ela passou.

Naquela ocasião, apenas alguns meses atrás, porque sou recém revertida ao Islam, ninguém imaginava que a novela seria reapresentada, mas o mais interessante é que eu nunca assisti a esta novela!! =O

Eu nunca a assisti, não sei porque, talvez porque na época eu estivesse ocupada no horário em que ela passava, não me lembro bem disto. Eu me lembro que esta foi uma daquelas novelas que se tornaram assunto nacional, porque todo mundo falava dela, mas se eu disser que cheguei sequer a assistir um capítulo dela estarei mentindo, ao menos eu não me lembro de ter assistido.

Mas, o fato é que ela deve ser mesmo diferente ou impressionante, porque agora todo mundo só fala da volta da novela às telas da Globo. Eu de minha parte estou preocupada... e curiosa, esta é a minha postura pessoal, mas ao mesmo tempo consigo enxergar coisas interessantes neste fato, e em acontecimentos ao redor deste fato.

Bem, pelo que já ouvi de comentários parece certo e é esperado que a novela não mostre o Islam da maneira como o Islam é de verdade. E é fato que se não mostra o Islam como é, e sendo uma novela da (ainda) maior rede de televisão aberta do Brasil, certamente ela contribui para aumentar a desinformação.

Mas ao mesmo tempo, pelo que ouço por aí, ela não chega também a “deturpar” a imagem do Islam, ou mostrar o Islam de uma forma negativa. Apenas pelo que parece mostra alguns elementos e situações que nada têm a ver com a realidade islâmica.

Segundo estes mesmos comentários, a personagem principal parece ser uma muçulmana “revoltada” ou seja que não aceita o fato de ser muçulmana. E que, oriunda de um país do Oriente Médio, e de família muçulmana, tem dificuldades para lidar com o contexto religioso e social da sociedade na qual nasceu e está inserida.

Outro detalhe é que pelo jeito há muita confusão entre Dança do Ventre e Islam. E uma coisa não tem nada a ver com a outra. Eu quero deixar claro que isto é a opinião de quem não viu a novela, e vou aproveitar o fato de estar de férias para assistir sim.

Mas, por outro lado, não é curioso o fato desta novela voltar a ser exibida no mesmo período em que temos a mostra ISLÃ: ARTE E CIVILIZAÇÃO, exibida pelo Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), que acaba de deixar o Rio de Janeiro depois de uma temporada em que realmente foi um sucesso total, e agora chega à São Paulo (torcemos aqui para que o CCBB a exiba em outras cidades inshallah)? E também não é curioso que isto esteja acontecendo em um momento em que comprovadamente o Islam está de fato crescendo de uma forma espantosa no Brasil, seguindo a tendência do mundo todo?

E esta expansão é algo que se vê na rua! Hoje eu estava voltando da Mesquita com uma de minhas filhas e, no meio do caminho, nós duas de hijab dentro do carro nos deparamos com uma família saindo de um prédio, e todas as mulheres desta família estavam de hijab!

Isto sem contar a minha rua, onde existe um verdadeiro "congestionamento de véu" e "trombada de hijab" rs...

Pessoalmente eu acho que de qualquer maneira, apesar dos prós e contras, tudo isto serve para colocar o Islam em evidência.

Serve também como Dawah, a divulgação do Islam, porque eu sei também que esta novela quando foi exibida levou muitas pessoas a pesquisar sobre o que é de fato o Islam e algumas destas pessoas acabaram se tornando muçulmanas.

E estes são os pontos positivos que eu vejo em tudo isto!

Bem, de qualquer maneira, de um jeito ou de outro, vamos então ao O Clone! Porque uma coisa é certa, de um jeito ou de outra ela vai mesmo voltar a ser exibida.

Espero que ao menos eu comece a ouvir mais “inshallah” na rua, em vez de ouvir de vez em quando algum desconhecido virar para mim e querer fazer gracinha falando “arrelá” que eu nem sei o que é =)...

Salam!

Um comentário:

simonebarbariz disse...

Pior q nem vi a novela tb. Só um capítulo ou outro...

Apesar de não ser muçulmana (não sei se "ainda"),me revolta essa coisa deturpada e o preconceito. Em comunidades no Orkut, eu sempre defendo o Islam, pq moro num país do Oriente Médio, tenho amigas muçulmanas e um noivo muçulmano, então, posso dar uma visão "ocidental" do q seja o Islam, sem esses preconceitos q vemos no dia a dia.

bjssssssssssss